Pesquisa

Tenho pesquisado sobre as presenças sociais em torno da transição para a maternidade em quatro países diferentes, focando-me nas mães brasileiras. Entrevistei e acompanhei diariamente 30 mulheres em suas experiências de transição, tanto geográfica como familiar, profissional, subjetiva, relacionada à chegada do/a primeiro filho/a. A pesquisa de campo foi desenvolvida durante os anos de 2013 e 2014 e está sendo analisada para compor minha tese de doutorado, a ser defendida no início de 2016. Durante esse período, morei em Portugal e na França além do Brasil, e participei de cursos na Suécia - o que contribuiu muito para minha formação acadêmica mas também pessoal e profissional.

Outros temas de pesquisa que já desenvolvi são: o desenvolvimento emocional, as representações sociais do Brasil, cidadania e políticas públicas, violência e saúde, a atuação de psicólogos em serviços de saúde pública, a atuação de psicólogos com usuários de drogas, dentre outros.